A Rota do Cerco do Porto

A história do Cerco do Porto faz da memória de uma cidade que virou uma página no progresso do país e o historiador e comunicador Joel Cleto explica o legado. Numa das ruas referenciadas na rota liberal, do Heroísmo, a Cozinha do Manel também já faz história.

A partir de agora é possível seguir uma rota no Porto que conta a Guerra Liberal e o Cerco do Porto. Chama-se "Porto Liberal, uma rota direta ao Coração" e é promovida pela Irmandade da Lapa, Câmara Municipal, Museu Militar do Porto, Misericórdia do Porto, Museu Nacional Soares dos Reis e Direção Regional de Cultura do Norte.

Joel Cleto é um dos historiadores mais conhecidos do público portuense, sobretudo pelo seu programa de História que mantém há 12 anos no Porto Canal, nos últimos oito com o nome "Caminhos da História". Historiador, arqueólogo, divulgador da História, professor, formador e investigador, Joel tem 54 anos e nasceu no Porto.

Nesta rota na cidade há muitos locais sugeridos para visitar, entre outros, a igreja de Nossa Senhora da Lapa, onde está o coração de D. Pedro, a Misericórdia, o Museu Soares dos Reis, o mosteiro da Serra do Pilar, a Praça da Liberdade, o Museu Militar do Porto, as ruas do Heroísmo e dos Mártires da Liberdade, a Cadeia e Tribunal da Relação do Porto e o Quartel de Santo Ovídio.

Os fornos a lenha

Na Rua do Heroísmo, um episódio importante na luta dos liberais contra os absolutistas, em setembro de 1832, quando num dia de nevoeiro cerrado, as tropas de D. Miguel avançaram pela antiga Rua do Prado no Porto. Meia dúzia de liberais conseguiu conter o ataque com tal bravura que a rua do Prado passou a ser chamada Rua do Heroísmo.

Nessa mesma rua abriu há 30 anos a Cozinha do Manel , um dos restaurantes mais emblemáticos do Porto onde passaram e ainda passam inúmeras personalidades do mundo do futebol, música, política, artes e outras áreas.

Apesar de estar desde o início, José António, genro de Manuel, tomou conta do restaurante há três anos, mas continua a manter o espaço como sempre. O ex-líbris são os dois fornos a lenha onde preparam algumas especialidades como o cabrito e a vitela. A casa é ainda conhecida pelas tripas à moda do Porto todas as quartas e sábados.

Augusto Freitas de Sousa (boavida@tsf.pt)

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados