Água e terra. Em Fátima vende-se de tudo

As lojas de artigos religiosos também têm os seus clássicos: sacos com solo e garrafões com água do Santuário.

Água e terra de Fátima, dois clássicos das lojas de artigos religiosos. Encontram-se nos centros comerciais, nas lojas da cidade e nas bancas à volta do Santuário.

"O que nos dizem é que vem do Santuário ou de qualquer sítio de Fátima. Terra que metem dentro de um saco decorativo. Isto é só um exemplo, depois alguns terços trazem também terra de Fátima, que as pessoas procuram muito. Tem com terra e com água", explica Rita Caetano, empregada numa das pracetas de comércio localizadas junto ao recinto da Cova da Iria. Água alegadamente com origem na fonte do Santuário.

Os sacos com terra são vendidos a cerca de um euro nas pracetas. Já num dos maiores shoppings de Fátima, localizado na Estrada de Leiria, num dia com 10 autocarros à porta e centenas de peregrinos às compras, de vários países, incluindo asiáticos, não falta nas prateleiras o garrafão de água de Fátima em miniatura: custa 1,5 euros cada unidade.

A marca Fátima cola-se a quase tudo: livros, estatuetas, t-shirts, azulejos, perfumes e até pequenas caixas com ar. De Fátima, claro.

A funcionária Cristina Cunha descreve os artigos mais procurados pelos peregrinos: "O que se vende mais é sempre terços, é o que mais sai. A seguir é a imagem de Nossa Senhora de Fátima". Sendo esta uma data especial, "as pessoas procuram muito o terço do Centenário", o original, "ou então artigos alusivos ao Centenário", como, por exemplo, pequenas placas com data, entre outros.

O terço oficial do Centenário custa 12 euros e já esgotou em várias lojas. Traz certificado de autenticidade e é igual em todos os estabelecimentos comerciais, com preço estipulado por lei. Foi lançado pelo Santuário de Fátima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de