Alvega foi a localidade mais quente do país. "É uma coisa horrível"

Habitantes recordam que a localidade é muitas vezes afetada pelas altas temperaturas.

Portugal está a viver uma vaga de calor com temperaturas superiores a 30 graus em praticamente todo o território, mas com muitas zonas do país com os termómetros a passarem os 40 graus.

Esta quinta-feira, o valor mais elevado do país foi registado em Alvega, no concelho de Abrantes (Ribatejo), onde a temperatura chegou aos 45,2 graus.

Cláudia Cunha, de 40 anos, mora e trabalha em Alvega, onde esteve o dia todo, mas não saiu de casa.

"A partir do meio-dia até às 16/16h30 era insuportável estar na rua. Presumo que a essa hora ninguém estaria fora de casa porque estava tão abafado que não se conseguia respirar. Com o calor que estava só um louco é que conseguia andar na rua a estas horas que eu lhe disse", contou à TSF, não se mostrando surpreendida pelo facto de ter sido a freguesia mais quente.

Em relação à diferença em relação aos outros anos, Cláudia explica que o que a surpreende é "este ano ter começado tão tarde". "Em junho, julho já temos temperaturas de 40 e perto dos 45 graus. Alvega tanto é extremamente quente como consegue ser extremamente fria", explica.

A mesma opinião tem Nuno Carola, que conta à TSF que saiu de "casa eram 8h e já o ar era quente, já havia aquele calor e vento quente que já incomodava".

Porém, não é algo estranho para os habitantes de Alvega. "No dia 2 de setembro de 2016 foram registados 52 graus, aqui para nós é normal", recorda, frisando que "as pessoas têm de continuar o seu trabalho e adaptar-se", apesar de "mesmo à sombra uma pessoa estar sempre a transpirar, uma coisa horrível".


Bruno Café, meteorologista, revelou à TSF que "até às 19 horas locais foram batidos recordes em oito estações da rede do IPMA: Castelo Branco com 42,2 graus, Odemira com 41,9, Nelas com 41,3, Anadia com 43,8, Coruche com 44,9, Setúbal com 42,6, Alvalade com 43,8 e Zambujeira com 41,1".

O especialista recorda que estão em causa "dados com mais de 15 anos" e que as máximas vão estar entre os "40 e os 45 graus, principalmente em distritos como Évora, Beja, Portalegre, Castelo Branco, Setúbal, Santarém, Lisboa e Vila Real".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de