Almaraz. Portugal já entregou queixa a Bruxelas

O Ministério do Ambiente confirmou à TSF que o Governo entregou hoje à Comissão Europeia a queixa relacionada com a decisão espanhola de construir um armazém de resíduos nucleares em Almaraz.

"A queixa seguiu hoje" para Bruxelas, confirmou o ministério tutelado por João Matos Fernandes. O Governo português defende que no projeto de um aterro de resíduos junto à central nuclear de Almaraz "não foram avaliados os impactos transfronteiriços", o que está contra as regras europeias.

Apesar da queixa, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros disse, em Bruxelas, que o Governo português mantém todas as diligências com Espanha. Teresa Ribeiro ainda acredita que será possível uma solução equilibrada e que Portugal e Espanha vão entender-se.

O governo espanhol anunciou esta segunda-feira que vai iniciar em breve a construção do armazém de resíduos nucleares na central de Almaraz.

"A obra civil, que vai durar quase um ano, vai começar nos próximos dias, mas é uma obra civil. Ainda não se iniciou o procedimento de autorização da operação, do funcionamento do armazém, que terá, como é normal, todas as garantias, necessitará de um relatório do Conselho de Segurança Nuclear espanhol para que tenha absolutamente todas as garantias", afirmou o secretário de Estado para a União Europeia espanhol, Jorge Toledo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de