Barragem de Fagilde meio cheia

A Barragem de Fagilde, que abastece os concelhos de Viseu, Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo, já está com 52 por cento de água.

Em finais de outubro, a infraestrutura esvaziou e chegou a estar apenas a sete por cento da capacidade de armazenamento.

A água que se encontra nesta altura na albufeira dá para abastecer os 130 mil habitantes dos concelhos de Viseu, Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo, ao longo dos próximos 90 dias, mas nem por isso as pessoas devem deixar de poupar.

"Estamos com 1,4 milhões de metros cúbicos, mas mesmo assim ainda temos um percurso longo para fazer porque a barragem tem uma capacidade de 2,8 milhões de metros cúbicos. O normal nesta altura do ano era que já se tivessem que abrir as comportas por excesso de caudal", afirma o presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques.

Para o autarca, apesar de a situação de seca já estar a ser ultrapassada há que já pensar no futuro e tomar medidas para que a água não falte nas torneiras. E para tal é necessário construir uma nova Barragem no Vouga e uma conduta que traga água do rio Balsemão para a região de Viseu.

Enquanto esses investimentos não saem do papel, e para acautelar eventuais problemas no próximo ano, o município viseense avançou com a instalação de novas comportas em Fagilde.

A obra, orçada em cerca de 130 mil euros, vai permitir armazenar mais 1,5 milhões de metros cúbicos de água. Este investimento deve estar concluído antes do verão.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de