Biodiversidade rima com produtividade

Um Professor português participou em estudo que avaliou biodiversidade em 44 países

Um professor português integrou um grupo de cerca de 80 investigadores que realizaram um estudo alargado sobre biodiversidade e produtividade das florestas, em que foram observadas mais de 770 mil parcelas de 44 países.

Helder Viana, docente da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viseu, foi o único português a integrar o grupo de pesquisa internacional Global Forest Biodiversity Initiative, que desenvolveu o estudo que vem apresentar dados e conclusões sobre a relação entre a variedade de espécies de árvores num mesmo ecossistema e a produtividade desse ecossistema.

O estudo, publicado na edição de outubro da revista Science, "traz uma avaliação feita em parcelas de floresta de 44 países, que permitiu chegar à conclusão que a biodiversidade tem uma influência tremenda na produtividade", sublinhou o investigador português.

Com base em mais de 777 mil parcelas de inventário, em 44 países com mais de 30 milhões de árvores de 8.737 espécies, neste trabalho comparou-se a evolução da produtividade em volume das árvores, em função da riqueza em espécies.

"Os resultados mostram uma relação positiva consistente da biodiversidade na produtividade florestal em todo o mundo, mostrando que a perda de biodiversidade continua resultaria num declínio da produtividade florestal em todo o mundo", referiu.

Com este estudo, constata-se que a relação biodiversidade/produtividade apresenta uma variação geoespacial considerável em todo o mundo.

A mesma percentagem de perda de biodiversidade levaria a um maior (ou seja, percentual) declínio relativo da produtividade nas florestas boreais da América do Norte, Nordeste Europa, Sibéria Central, Leste da Ásia e regiões dispersas de Sul-África Central e do Sul-Ásia Central.

Na Amazónia, África Ocidental e Sudeste, Sul da China, Myanmar, Nepal e do arquipélago malaio, no entanto, o mesmo percentual de perda de biodiversidade levaria a uma maior declínio absoluto da produtividade.

Helder Viana, diretor do Departamento de Ecologia e Agricultura Sustentável da Escola Superior Agrária de Viseu, possui vários artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais e participa em inúmeros projetos em Portugal e em diversos países.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de