Ambiente

Neste supermercado, tudo o que está nas prateleiras é plástico... retirado do mar

A exposição "Mar de Plástico" é organizada pela campanha "Ocean Action", do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto.

A exposição "Mar de Plástico", organizada pela campanha "Ocean Action" do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto, quer chamar a atenção para o problema dos resíduos de plástico nos oceanos através de peças recolhidas do mar.

PUB

A entrada para a mostra faz-se através de um corredor de plástico, que tenta imitar o efeito da acumulação do plástico no mar. O objetivo é atrair a atenção dos visitantes através de objetos de arte, painéis com informação e elementos multimédia.

Uma das áreas que atrai mais atençao dos visitantes é o supermercado de plástico, constituido por objetos do dia-a-dia, recolhidos nas ações de limpeza de praias. Desde isquieros, a beatas de cigarros, passando por chinelos, capacetes, escovas de dentes e cordas, o supermercado tem nas prateleiras objetos organizados e etiquetados, com data de validade - mostrando o tempo que cada objeto deverá permanecer a poluir no mar (em alguns casos, ultrapassa os 500 anos).

"Mar de Plástico" pode ser visitada até 27 de março no Moinho de Maré de Alhos Vedros, no concelho da Moita, pelo público em geral aos sábados, das 14:30h às 18:00h. Durante a semana, é visitada pelas escolas do concelho, mediante marcação. Em abril, a mostra itinerante segue para o "Sea Life", no Porto.

  COMENTÁRIOS