carros elétricos

Reino Unido terá em 2020 mais postos elétricos que bombas de gasolina

Deverá ser em agosto que os britânicos terão à disposição mais pontos de carregamento de carros híbridos e elétricos do que postos de abastecimento "tradicionais". Conclusão é de estudo da Nissan.

O "ponto de viragem" deve acontecer na segunda metade do ano: em agosto de 2020 deverão existir no Reino Unido mais pontos de carregamento elétricos do que postos de abastecimento de gasolina, gasóleo ou gás.

A conclusão está num estudo realizado pela Nissan, que é produtora de carros e de pontos de carregamento elétricos.

O Reino Unido tinha, no final de 2015, 8.472 postos de abastecimento "tradicionais", sendo que ao ritmo a que esses postos têm desaparecido a previsão é que em 2020 restem 7.870. Esse número contrasta as 37.539 bombas de gasolina que existiam no Reino Unido em 1970.

No sentido contrário têm andado os postos de carregamento elétrico. Não têm parado de aumentar nos últimos anos e, em agosto de 2020, serão 7.90, ou seja, mais 30 do que os postos de abastecimento de gasolina. Mas o estudo sublinha que, ao ritmo a que tem crescido o número de carros híbridos e elétricos, o "ponto de viragem" pode acontecer mais cedo.

Nos primeiros quatro meses deste ano foram registados, por dia, no Reino Unido, mais de 115 carros elétricos, o que dá uma média de um carro a cada 13 minutos.