Camiões-cisterna abastecem Viseu. É a maior operação de sempre devido à seca

Vão ser feitas mais de 100 cargas de água por dia, com recurso a 27 camiões-cisterna, durante todo o mês de novembro.

No distrito de Viseu, quatro concelhos são, a partir desta terça-feira, abastecidos de água através de camiões-cisterna. Devido à seca severa, as reservas no distrito já não chegavam para garantir a água nas torneiras.

A operação pode durar durante todo o mês de novembro. Vão ser feitas mais de 100 cargas de água por dia, com recurso a 27 camiões-cisterna.

Em declarações à TSF, o presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, descreve a operação como "a maior alguma vez montada em Portugal, em virtude da seca".

"Estamos a falar de 27 camiões, 112 movimentos por dias, que vêm desde Tondela até Trancoso, pontos onde vamos fazer esse abastecimento", explicou Almeida Henriques.

Além de Viseu, o reforço no abastecimento abrange os concelhos de Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo.

O autarca espera pela chuva, para atenuar os efeitos da seca, mas já fez contas se for preciso prolongar a operação durante todo o mês.

"Se tivermos de recorrer a este sistema durante um mês, estamos a falar de cerca de meio milhão de euros", adiantou o presidente da câmara, que explicita que o valor é "dez vezes mais do que aquilo que os consumidores pagam".

Esta segunda-feira, a Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca reúne-se no Ministério da Agricultura.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de