Chegou a Cow Parade... em versão porco bísaro

Lembra-se das vacas pintadas por vários artistas? Agora há uma nova versão, adaptada ao porco bísaro. Está em exposição em Trás-os-Montes.

A 36ª edição da Feira do Fumeiro de Vinhais decorre este fim de semana e tem uma novidade. Além dos enchidos, do artesanato, das tasquinhas e da diversão, a organização decidiu incluir um motivo artístico ligado ao porco que sustenta os enchidos da Capital do Fumeiro.

Chama-se "Bísaro Pig Parade" e pretende ser uma exposição de 20 porcos de raça bisara, pintados por igual número de artistas da região transmontana.

Um deles é um luso-francês chamado Zé Luís. Não pintou um bísaro, pintou uma porca bísara. "Basculha é o nome duma porca que era da minha avó. Porque o que eu faço na arte, aqui, virá sempre às origens da minha mãe e da minha avó. É isso que eu quero que compreendam".

O artista juntou o traço abstrato que o define às memórias reais da infância. "Fiz algumas pinturas abstratas e outras mais a dar ao real, às lembranças das origens", explica.

Zé Luís é natural de Paçó, uma pequena aldeia do concelho de Vinhais. Emigrante em França, foi em Paris que começou, há cerca de 15 anos, a pintar. Teve o apoio de uma vizinha e atriz argentina. É lá que tem o seu espaço, e no currículo várias exposições em galerias parisienses e em toda a França. Zé Luís quer levar o abstrato transmontano a todo o mundo.

"Tenho um atelier em França, onde trabalho e quero divulgar a arte aqui na minha região, em Portugal e em todo o mundo. A arte é universal. Quero tentar fazer um trabalho que corresponda à minha personalidade de Trás-os-Montes, na área abstrata.

A Bísaro Pig Parade é uma forma de preservar a raça e fomentar a arte, diz Carla Alves da Organização da Feira do Fumeiro de Vinhais. "Convidámos 20 artistas para que cada um fizesse a decoração de uma maqueta de um porco bísaro à sua maneira. Uns são estilistas, outros são artesãos, pintores e escultores".

Até domingo os Bísaros ficam ali, no espaço da feira, depois serão mostrados noutros eventos, na região e fora dela, principalmente os relacionados com a gastronomia.

As 20 criações artísticas ficarão em permanência no Centro Interpretativo do porco e do fumeiro, uma espécie de museu, que será inaugurado durante a 36ª edição da feira do Fumeiro de Vinhais.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de