Chuva e granizo destroem "a 100%" vinhas em Alijó

A chuva e a queda de granizo em Pinhão, no concelho de Alijó, destruíram por completo algumas vinhas.

A Câmara Municipal de Alijó está a fazer um levantamento dos estragos provocados pela queda de chuva e granizo, durante esta segunda-feira, na zona do Pinhão, em Alijó.

À TSF, Vítor Freire, vice-presidente da autarquia, confirma que "há áreas muitas afetadas, com perdas de 100% da produção deste ano".

"Estamos também a identificar os caminhos agrícolas que estão em piores condições, de forma a tentar, já durante a tarde de hoje [terça-feira], com [recurso a] máquinas, permitir o acesso dos agricultores às suas propriedades e para ver se ainda é possível recuperar alguma parte da produção", esclareceu.

Perante os estragos, a Câmara Municipal de Alijó promete apoios aos agricultores.

"Tentaremos, principalmente junto dos pequenos agricultores, ajudar em tudo o que for possível, e tentar participar [a situação] às autoridades competentes", comprometeu-se Vítor Freire.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Alijó adiantou ainda à TSF que a autarquia já reuniu com a direção regional da Agricultura, que já esteve no local para avaliar a "dimensão dos prejuízos".

Numa nota enviada à comunicação social, a Junta de Freguesia do Pinhão informa que há "prejuízos em estabelecimentos comerciais (...) e danos muito avultados nas vinhas envolventes à vila", afirmando a necessidade de "intervenções orçamentadas em cerca de 50 a 60 mil euros".

Esta segunda-feira, a queda intensa de chuva e granizo provocou inundações, derrocadas e deslizamentos de terra, que chegaram a cortar o trânsito em várias estradas em Alijó.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de