Começaram as escavações na "cidade perdida" das Honduras

A lendária e mística "Cidade Branca" nas Honduras foi descoberta há cerca de um ano. Esta semana começaram as escavações e já há os primeiros resultados.

Terá sido na chamada "cidade branca" que os indígenas das Honduras se terão escondido dos conquistadores espanhóis, no século XVI.

Durante muitos anos investigadores procuraram a lendária "cidade perdida", como é descrita, e só em março do ano passado uma equipa de arqueólogos da National Geographic encontrou vestígios numa remota região tropical das Honduras, La Mosquitia.

Esta semana começaram as escavações e os primeiros achados apareceram quase de imediato.

Uma peça com a cabeça de um jaguar e uma vasilha adornada com a cabeça de uma ave foram das primeiras peças a serem recolhidas.

As peças foram apresentadas pelo presidente Juan Orlando Hernández num acampamento no aeroporto militar rural em El Aguacate, departamento de Olancho, 220 km a leste da capital, Tegucigalpa.

Hernández revelou que os especialistas da National Geographic e da universidade americana do Colorado encontraram três cidades e as escavações começaram na menor delas, batizada no projeto como "Cidade Jaguar".

De acordo com as primeiras estimativas, essas três cidades podem ser quatro vezes maiores do que Copán, o parque arqueológico maia situado a 400 km a noroeste de Tegucigalpa.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados