Inteligência artificial "vai transformar 100% dos empregos"

A IBM criou um código de conduta com três princípios para a era da inteligência artificial, de modo a fomentar a confiança e transparência.

A inteligência artificial (IA) vai transformar "100% dos empregos", disse a presidente executiva da IBM, Ginni Rometty, na abertura do evento anual da empresa onde soluções de nuvem e do supercomputador Watson estão em destaque.

Rometty abordou, no início do IBM Think, a discussão sobre o impacto da inteligência artificial no trabalho, referindo que "tal como qualquer outra tecnologia" alguns empregos serão eliminados e outros criados, mas a diferença será que todos os empregos serão transformados.

"Ao mesmo tempo temos uma crise de capacidades", avisou a CEO, lembrando que existem sete milhões de vagas de emprego por preencher nos Estados Unidos na área tecnológica e que tal "também acontece em todos os países" representados na audiência.

Numa altura em que se debatem os efeitos da automação e a ética nas novas tecnologias, a IBM criou um código de conduta com três princípios para a era da inteligência artificial, de modo a fomentar "a confiança e transparência", explicou Rometty.

Um dos princípios refere que "o objetivo de todas estas tecnologias é aumentar o ser humano, não substituí-lo", outro clarifica que os utilizadores devem manter soberania sobre os seus dados e um terceiro estabelece a necessidade de assegurar que as novas tecnologias são abertas, explicáveis e livres de preconceitos.

"Ser de confiança também significa preparar a sociedade para viver e trabalhar nesta era, para que ninguém seja deixado para trás", disse Ginni Rometty, sublinhando a necessidade de "toda a gente poder ter um excelente emprego nesta era".

A responsável pela tecnológica conhecida como "Big Blue" anunciou que a empresa criou um programa de "reentrada" (Tech Re-Entry) para pessoas que tiveram carreiras na tecnologia, mas pararam de trabalhar há vários anos e saíram do circuito profissional.

Uma das beneficiárias do programa foi Priti Shah, que parou de trabalhar para se dedicar aos filhos e duas décadas mais tarde regressou a uma carreira no desenvolvimento de 'software' através desta iniciativa.

"As capacidades vão ser tão importantes como um curso superior", afirmou Ginni Rometty, que também apresentou o caso da reconversão de carreira do veterano militar Brian Thompson.

A CEO da IBM disse que a comunidade empresarial está a entrar "no segundo capítulo do digital e da inteligência artificial", com a transição de mais aplicações e fluxos de trabalho para a "cloud" (nuvem) e a integração de IA em sistemas que até agora não foram tocados por este tipo de tecnologias.

O evento IBM Think 2019 decorre em São Francisco, Califórnia com a presença de 26 mil participantes de 180 países, incluindo Portugal.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de