Porto Design Factory ou bem-vindos ao futuro

Viajar no tempo é impossível, mas antecipar o futuro não. Vamos à Porto Design Factory, onde podem ser vistas algumas soluções inovadoras para o quotidiano.

Por agora são projetos, mas um dia destes vão fazer parte da nossa vida. Rui Coutinho, responsável da Porto Design Factory, diz que aqui" estamos a antever o que determinados mercados vão exigir das empresas, dos seus produtos e dos seus serviços. Queremos melhorar a vida das pessoas".

O Open Day da Porto Design Factory é um evento que pretende revelar ideias e projetos inovadores que devem entrar no mercado na próxima década. Por isso é com entusiasmo que Rui Coutinho entra na tenda, montada no jardim da Porto Design Factory - a fábrica onde onde se estudam soluções inovadoras. O resultado são respostas a desafios que chegaram de empresas. Uma espécie de antevisão do futuro.

Rui Coutinho aponta para o primeiro exemplo, que promete revolucionar a lavagem da louça. Tem um público bem definido. São os jovens nascidos no novo milénio, que vivem em casas cada vez mais pequenas e em agregados familiares cada vez mais curtos. Trata-se da "Piavo", uma máquina que combina a utilização de ultrassons com jatos de água. Adapta-se a qualquer banca e lava a louça, em média, em seis minutos.

O "Connect Zone" é um projeto idealizado, entre outros, por Mariana Costa e por Nirali Dipac, que não se cansa de testar a sua ideia, que se traduz em experimentar roupa sem tirar a que traz, recorrendo a um ecrã, onde um avatar imita os gestos que vai fazendo.

A meio da tenda, a cor clara da cortiça e do bambu destaca-se na exposição da Porto Design Factory. São os materiais utilizados numa ideia desenvolvida por alunos portugueses, americanos e chineses. Criaram uma tecnologia que permitir dar formas orgânicas à madeira, que se chama "Luft".

Por enquanto todos estes projetos são isso mesmo, projetos, e podem ser conhecidos na exposição da Porto Design Factory, um polo do Instituto Politécnico do Porto. Se a média se mantiver muitos serão mesmo uma realidade. Rui Coutinho, lembra que 90 por cento das ideias aqui nascidas têm continuidade nas empresas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de