Schiaparelli despenhou-se contra a superfície de Marte

É oficial. A nave europeia Schiaparelli "despenhou-se na superfície de Marte" na quarta-feira, anunciou a ESA.

A Agência Espacial Europeia (ESA), pela voz de Thierry Blancquaert, diz que a ESA se apercebeu do destino final da nave graças a uma foto tirada pela sonda norte-americana MRO, que está a orbitar o planeta vermelho.

A agência europeia não sabia, com exatidão, o paradeiro da Schiaparelli desde há dois dias.

A Schiaparelli "chegou à superfície de Marte a uma velocidade muito superior ao que estava previsto", disse Thierry Blancquaert.

Esta é a segunda vez que a Agência Espacial Europeia falha na aterragem de um veículo em Marte, 13 anos depois das desventuras da nave britânica Beagle 2.

"Acredita-se que a Schiaparelli caiu de uma altura entre dois e quatro quilómetros (de altura) e despenhou-se a uma velocidade considerável, a mais de 300 quilómetros por hora", explicou, em comunicado, a ESA.

No comunicado, a ESA referiu que os seus cientistas acreditam que a nave que tinha por missão explorar a superfície do planeta e era uma importante aposta da agência espacial europeia teve uma "queda livre maior que o planeado".

Os peritos especulam que os "propulsores" da Schiaparelli, que deviam controlar a queda, ao atuarem em sentido contrário à gravidade de Marte, se "apagaram prematuramente".

Os cientistas da ESA continuam a compilar mais informação para determinarem o que realmente aconteceu, incluindo a análise dos dados que a Schiaparelli enviou durante a sua queda até à superfície de Marte.

Em Portugal, a assistir a estes desenvolvimentos a componente portuguesa desta missão, o diretor técnico da área de aeronáutica da Critical Software, João Esteves, considera plausível esta explicação da ESA.

João Esteves aceita explicação da ESA

00:0000:00

A empresa portuguesa envolvida no projeto, apesar de não ter estado diretamente associada a esta fase da missão, mostra-se solidária e lembra que a sonda já conseguiu obter dados importantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de