Cinco comandantes demitidos na sequência dos roubos em Tancos

Chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte afirma que o furto ocorreu durante a noite/madrugada.

Cinco comandantes foram exonerados na sequência do desaparecimento de material militar em Tancos. Informação dada pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General Rovisco Duarte, este sábado na RTP: "Decidi exonerar os cinco comandantes das unidades que estão ligados a estes processos".

"Não quero que haja entraves às averiguações e decidi exonerar os cinco comandantes das unidades que de alguma forma estão relacionadas com estes processos", anunciou Rovisco Duarte, em declarações à RTP.

Questionado sobre se houve ou não passagem de informação do interior para o exterior, o General Rovisco Duarte respondeu que "quando se escolhem dois paióis no lote de 20, que por acaso não são os mais próximos da entrada, temos de tirar conclusões". Furto terá sido realizado durante a noite/madrugada, afirmou Rovisco Duarte.

Os militares exonerados são o comandante da Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida, o comandante do Regimento de Infantaria 15, o comandante do Regimento de Paraquedistas, o comandante do Regimento de Engenharia 1 e o comandante da Unidade de Apoio de Material do Exército.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados