Conclusões do acidente na A12 enviadas ao Ministério Público

Uma mulher foi encontrada morta nos escombros duas e meia após o choque em cadeia, em dezembro. A Autoridade Nacional de Proteção Civil conclui agora que o Ministério Público deve investigar.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) enviou ao Ministério Público as conclusões do inquérito aberto após o acidente de 02 de dezembro de 2015, na autoestrada A12.

O acidente, um choque em cadeia, junto à Ponte Vasco da Gama, envolveu cerca de 20 viaturas. Uma mulher morreu e outras 15 pessoas ficaram feridas.

A vítima mortal, de 55 anos, foi descoberta já durante a remoção dos carros acidentados, depois de ter estado quase três horas presa no carro e enquanto as equipas de desencarceramento trabalhavam noutras viaturas.

Numa nota enviada hoje à TSF,o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, esclarece que o inquérito aberto ao acidente está terminado e foi enviado ao Ministério Público.

A ANPC remeteu também certidão do processo de inquérito à Comandante Operacional Distrital de Setúbal para tratamento da matéria disciplinar.

Foi ainda determinada a atualização do Plano Prévio de Intervenção da A12.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de