"Estão em causa os pilares do processo educativo"

Presidente da Associação de Diretores Escolares considera que as orientações do Ministério da Educação é difícil de aplicar.

O presidente da associação de diretores escolares considera que a nota informativo do governo perante a greve dos professores às reuniões de avaliação é difícil de aplicar.

Em declarações à TSF, Manuel Pereira explica que o documento desautoriza as direções escolares e desvaloriza o processo de avaliação.

"Está se a pôr em causa os pilares fundamentais do processo educativo", atirou Manuel Pereira, que deu conta do clima de crispação que se vive atualmente nas escolas.

"Há um ambiente de crispação, tensão, ansiedade, angústia e naturalmente, alguma instabilidade. Tudo isto provoca uma natural desmotivação", admitiu o presidente da associação dos direitos escolares.

Na segunda-feira, o Ministério da Educação enviou orientações às escolas a determinar a realização de provas finais e exames nacionais para todos os alunos, mesmo sem notas finais.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de