Colégios com contrato de associação representam 3% da rede de ensino privado

A polémica não é nova, e os argumentos são sempre extremados. Quem defende o privado afirma que a renegociação dos contratos coloca em causa o ensino privado em Portugal. Será mesmo assim?

A TSF pediu os números ao governo, e a conta é relativamente fácil de fazer.

Fonte do executivo avança com um total de 2628 estabelecimentos de ensino na rede privada no continente - números de 2013/2014 -, incluindo pré-escolar, básico e secundário.

Há 79 colégios ou escolas privadas com contrato de associação com o Estado - escolas a quem o estado paga uma verba por turma/ano, para suprir fragilidades da rede pública -, que representam apenas 3% do total da rede de ensino privado.

Conclusão, uma das frases mais ouvidas nos últimos dias entre os defensores e representantes dos colégios com contrato de associação, de que renegociar as condições dos contratos seria "um ataque ao ensino privado", parece manifestamente exagerada.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de