Educação

Escolas vão ter menos alunos por turma a partir do próximo ano letivo

No 1.º ciclo, o limite máximo passa a ser de 24 alunos por turma. No 2.º e 3.º ciclos, turmas terão, no máximo, 28 alunos.

O Ministério da Educação anunciou, esta quinta-feira, que irá avançar com a redução do número de alunos por turma nas escolas públicas já a partir do próximo ano letivo.

Num comunicado, o gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues informa que, no ano letivo de 2018/2019, as escolas voltarão "aos números anteriores a 2013", estabelecendo-se como limite máximo por turma 24 alunos, no 1.º ciclo, e 28 alunos, no 2.º e 3.º ciclos.

Já as turmas que integrem alunos com necessidades especiais continuará a ser garantido o limite máximo de 20 alunos, nos casos em que o aluno "esteja em efetiva permanência na turma, em dinâmicas de verdadeira inclusão", salienta o Ministério da Educação.

As mudanças no número de alunos por turmas irão decorrer no ano inicial de cada ciclo - 1.º, 5.º e 7.º anos de escolaridade.

"O processo de redução do número de alunos por turma continua e continuará a ocorrer de forma progressiva em todas as escolas, tendo em conta a correlação positiva entre a dimensão da turma e o sucesso escolar", é dito no comunicado.

De acordo com o Ministério da Educação, a medida vem acautelar "aspetos relacionados com condições logísticas e com os percursos formativos" e também potenciar "melhores aprendizagens para todos os alunos".