Quantas horas passa o seu filho com os professores?

A pergunta que dá título a esta notícia é feita num projeto que pretende alertar crianças e jovens para a importância dos professores nas nossas vidas. A ideia é portuguesa e chega ao Fórum Económico Mundial que começa esta quarta-feira.

"Inspira o teu Professor". É este o nome do projeto criado pelo jovem economista Afonso Reis e que tem dois grandes objetivos: que os alunos percebam a importância dos professores e que depois de o fazerem encontrem uma maneira de motivar o trabalho dos docentes.

O jornalista Nuno Guedes conversou com Afonso Reis, o autor deste projeto

00:0000:00

A campanha chegou até agora a perto de 150 alunos de algumas escolas do país, mas vai ser apresentada no Fórum Económico Mundial e deverá expandir-se a várias cidades do Mundo.

Afonso Reis admite que todas estas ideias podem parecer um bocado óbvias, mas a verdade, sublinha, é que muitos não se apercebem destas realidades e os docentes têm um trabalho que é pouco reconhecido pelas pessoas.

O economista acrescenta que para além do contexto social e económico, os professores são, para muitos jovens, o principal fator que pode influenciar as notas e o sucesso na educação.

Para inspirar os professores, o projeto faz um workshop de 90 minutos onde os alunos recebem perguntas. Por exemplo: "Quantas horas passas com os teus pais e com os teus professores?".

Através da resposta "os alunos rapidamente se começam a aperceber que os professores os influenciam bastante". Afonso Reis conta que depois desafiamos a que façam conteúdos para inspirar professores, pedindo-lhes que nos digam cinco razões para um professor sair da cama ou cinco razões que tornam uma aula espetacular".

A forma concreta de motivar os professores podem ser cartazes, vídeos, gravações áudio ou cartas.

Afonso Reis já apresentou este projeto a alguns colegas de um grupo do Fórum Económico Mundial e tudo indica que o projeto "Inspira o teu Professor" vai ser repetido em cidades como Madrid, Varsóvia, Turim ou Oxford, mas também em Rabbat (Marrocos) e Ahmedabad na Índia.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de