Erasmus: entre a burocracia e a paixão pela cidade de Lisboa

Quase metade dos alunos inscritos em programas de mobilidade internacional frequenta cursos de Ciências Sociais, Comércio e Direito.

O leque parece espanhol, mas agita-se em inglês: "está muito calor aqui, uso muito", sorri, ao falar em inglês, Helena, 22 anos, natural de Madrid. À porta do Gabinete Erasmus e de Relações Internacionais da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa o início da tarde junta alunos de várias nacionalidades. Trazem documentos e muitas dúvidas.

reportagem de Isabel Meira e André Tenente na faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

00:0000:00

O Inquérito ao Registo de Alunos Inscritos e Diplomados do Ensino Superior relativo ao ano lectivo 2014/15 revela que o peso dos alunos inscritos em programas de mobilidade internacional era de 47% nas áreas de Ciências Sociais, Comércio e Direito. Só na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa há 150 alunos erasmus inscritos no primeiro semestre.

Os números da Direcção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência mostram que em segundo lugar estão as áreas de Artes e Humanidades com um peso de 20% e logo a seguir os cursos de Engenharia, Indústrias Transformadoras e Construção correspondem a uma fatia de 17%.

Do outro lado da tabela, nos cursos de Ciências, Matemática e Informática o peso dos alunos estrangeiros que chegam a Portugal ao abrigo de programas de mobilidade internacional, como o programa Erasmus.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de