Genoveva, a líder incontestada do rebanho de cabras sapadoras

Em Fiães, Santa Maria da Feira, são as cabras que fazem o trabalho que os homens deixaram de fazer. Esta quinta-feira é o último dia para limpar os terrenos florestais.

Dá nome a uma ópera de Schuman, é a santa padroeira de Paris e, a partir desta tarde, sai do anonimato para assumir as funções de comando num certo rebanho de cabras. Esta é a Genoveva, a cabra.

"É, nitidamente, a líder do rebanho", assegura Ana Catarina Fontes, engenheira zootécnica e a proprietária deste rebanho. "Eu dei-lhe o nome quando era pequena, não tinha ainda noção de que ela ia ter este espírito de liderança", admite.

Genoveva é uma líder incontestada. "Todas as outras seguem-na. Onde ela estiver, eu sei que está o resto do grupo", garante Ana Catarina Fontes,

"É a primeira a querer comer, é a primeira a entrar na cama" e, se alguma das outras cabras se atrever a desafiá-la, "vai uma marrada!", conta a dona.

Seja a toque de marrada, seja por gulodice, a missão que foi confiada a estas cabras tem objetivos traçados: estão ao serviço da população, a limpar terrenos.

"Queremos fazer uma manutenção do terreno ao longo do ano, porque, se limparmos o mato até ao dia 15 de março, ele volta a crescer e daqui a alguns meses teremos, novamente, o mesmo problema", explica Ana Catarina Fontes.

A engenheira zootécnica não tem dúvidas de que os bichos vão limpar todo o terreno, só não sabe quanto tempo demorarão a cumprir a tarefa. Ana Catarina Fontes vai começar a quantificar esses dados, através de avaliações semanais, e espera, dentro de um mês, ter valores concretos.

O corpo de sapadoras está formado, e cada cabra que o constitui tem um nome: desde a Azeitona, a cabra de cor negra, até ao Vicente, o carneiro a quem falta uma orelha - e, por isso, apresenta claras semelhanças com outro famoso 'Vicente', o pintor Van Gogh.

O trabalho começa esta quinta-feira. As cabras estão prontas para dar ao dente, mas com critérios. "Preferem silvas a fetos", revela Ana Catarina. "Só quando não houver mais vegetação da que elas preferem, é que passam para outro tipo". E sempre sob as ordens de Genoveva.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de