Há beijos perigosos

Para quem sofre de alergias, um inocente beijo pode ter consequências como urticária, dificuldade em respirar, ou até mesmo ficar com a vida em risco.

A jornalista Rute Fonseca conversou com a imunoalergologista Célia Costa, sobre os risco que um beijo pode esconder.

00:0000:00

Célia Costa, imunoalergologista do Hospital de Santa Maria, não tem dúvidas de que há beijos que podem ser perigosos. "Durante um beijo há transferência de saliva e aqui podem estar alergénios alimentares.

A imunoalergologista diz que todos os alimentos têm potencial para desencadear uma crise alérgica. "As proteínas de leite, por exemplo. Se houver alguém que acabou de comer alimentos que tenham leite, como um pastel de nata ou um bacalhau com natas, ao dar um beijo ficam sempre alergénios na boca, mesmo que beba um copo de água. O leite, o marisco, os frutos frescos".

Os sintomas dependem da gravidade da reação alérgica. "Comichão ao nível dos lábios, da língua, do palato, com eczema dos lábios. Mas como há deglutição poderá haver outros sintomas como diarreia, vómitos, etc".

Célia Costa, que também faz parte do Grupo de Interesse de Alergia Alimentar da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, diz que há cuidados a ter para evitar o pior, mas a intensidade do beijo também conta.

Hoje assinala-se o Dia Internacional do Beijo. Ainda que precise de alguns cuidados, não se esqueça, beije e se possível todos os dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de