incêndio

"A imagem que eu tenho é só esta má recordação"

Dos 38 feridos do incêndio de há um mês em Vila Nova da Rainha, Tondela, permanecem internadas sete pessoas nos Hospitais de Viseu e de Coimbra. Os restantes foram tendo alta nas últimas semanas.

Eduardo Santos um dos muitos participantes no torneio de sueca, não se lembra das operações de socorro e de ser encaminhado num avião da força aérea para Hospital de São João, no Porto, onde esteve internado duas semanas e meia. Foi a família que lhe contou o que se seguiu ao fogo, mas não se esquece do pânico vivido no salão da coletividade onde estavam cerca de 60 pessoas.

"A imagem que tenho é só esta má recordação. Estou a tomar medicamentos para dormir, mas esse trauma não vou esquecer sobretudo porque perdi um cunhado meu", conta.

Este reformado, que fez a vida na Suíça, sofreu queimaduras no rosto, num braço e nos pulmões. Está agora a recuperar em casa. Apesar de ainda debilitado, não atira culpas à Associação que, espera, se mantenha de portas abertas.

Eduardo Santos aplaude os profissionais que o trataram, mas, agora que já está em casa, não poupa nas críticas ao Sistema Nacional de Saúde, que não está a acompanhar devidamente as vítimas do incêndio.