Incêndios

Ainda há famílias sem comunicações fixas, mais de um mês depois dos incêndios

A Altice anunciou que a reposição de cerca de mil quilómetros de cabo, em 22 concelhos dos distritos de Leiria, Castelo Branco, Viseu, Guarda e Coimbra.

O presidente do conselho de administração da Altice/Portugal admitiu que ainda há algumas centenas de famílias sem serviços fixos de comunicação. Um mês e meio depois dos incêndios de outubro, a operadora de telecomunicações garante que estão a ser instalados por todo o país mais de mil quilómetros de cabo.

À saída de uma reunião do conselho executivo da Altice, em Pedrógão Grande, Alexandre Fonseca garantiu que as comunicações nas áreas ardidas este verão vão ser atualizadas.

A empresa vai instalar rede de nova geração em 22 concelhos, nos distritos de Leiria, Castelo Branco, Viseu, Guarda e Coimbra.

Contas feitas aos prejuízos para a operadora, Alexandre Fonseca adianta que arderam 3.500 km de cabos, entre fibra ótica e cobre da PT/Meo, operadora detida pela Altice. Arderam ainda 45 mil postes de madeira, bem como várias fábricas de postes a que a operadora recorre.

Alexandre Fonseca admitiu que ainda há créditos a atribuir a famílias que ficaram sem serviços de telecomunicação. O responsável da Altice/Portugal anunciou ainda a doação de 500 peças de mobiliário para empresas de quatro concelhos - Oliveira do Hospital, Santa Comba Dão, Mira e Oliveira de Frades - pela empresa de telecomunicações.

  COMENTÁRIOS