Incêndios

Aldeias evacuadas em Monção, Arganil, Lousã, Seia e Marinha Grande

As chamas estão fora de controlo e atingem nove freguesias em Monção, Viana do Castelo. Também em Arganil, Coimbra, o foge está incontrolável e já houve necessidade de evacuar várias aldeias.

A vice-presidente da Câmara de Monção, Conceição Soares, afirmou à TSF que o incêndio que deflagrou, no sábado, às 20h21, está fora de controlo e já atingiu nove freguesias do concelho do distrito de Viana do Castelo.

A responsável, que se encontra a acompanhar a situação no posto de comando da Autoridade Nacional da Proteção Civil, estacionado na freguesia de Longos Vales afirmou que alguns núcleos urbanos das freguesias afetadas estão rodeados de focos de incêndio e que há casas ameaçadas um pouco por todo o lado.

Merufe, Barbeita, Troviscoso, Longos Vales, Bela, Lordelo, Sago, Parada, Anhões são as freguesias atingidas pelas chamas.

A situação em Arganil, distrito de Coimbra, está incontrolável e também já houve necessidade de evacuar várias aldeias na sequência de um incêndio que está a atingir o concelho, disse o presidente da Câmara.

Ricardo Alves disse à agência Lusa que os "meio, os são escassos" e que as populações estão a ajudar ao combate, mas temerosas. "Há várias aldeias evacuadas. A situação está má. O fogo lavra com grande intensidade, em várias frentes", disse Ricardo Alves, adiantando não poder acrescentar muito mais.

No incêndio da Lousã, Coimbra, foram retiradas pessoas das suas casas "para locais seguros" nas povoações de Boque, do Forcado, na Terra da Gaga, Aldeia do Pico, Fonte Fria, Serpins e Lavegadas, "com o auxílio dos bombeiros, da GNR e da Cruz Vermelha".

No incêndio de Seia, Guarda, foi necessário retirar os utentes do lar do Sabugeiro e os moradores do bairro do operário em Vodra. As aldeias que estiveram mais ameaçadas de Santa Marinha, São Martinho, Vales, Póvoa Nova, Santa Luzia e Vale do Rossim.

A localidade de Praia da Vieira, na Marinha Grande, está a ser evacuada desde 17h30, na sequência de ordem emitida pela GNR, disse à agência Lusa uma moradora da freguesia. As pessoas apenas podem deslocar-se para a Praia do Pedrógão, já no concelho de Leiria.

O lar de idosos da Bajanca, na freguesia de Vieira da Leiria, do concelho de Marinha Grande, foi evacuado por precaução na sequência de um incêndio e o parque de campismo da Praia da Vieira foi consumido pelas chamas, constatou a agência Lusa no local pouco depois das 20h00.

Este incêndio, de acordo com o presidente da Câmara da Marinha Grande, no distrito de Leiria, está incontrolável. "Está tudo muito complicado, está incontrolável. Peço desculpa mas não lhe posso dizer nada mais", sintetizou o autarca.

A Câmara de Mira, distrito de Coimbra, pediu aos populares das urbanizações Miroasis e Miravillas para de deslocarem calmamente para o centro da Praia da Mira.

Numa mensagem publicada no Facebook, o presidente da Câmara de Mira, Raul Almeida, pede para as pessoas se manterem atentas à página da autarquia e à página da Proteção Civil. "Pede-se à população do Miroasis e Miravillas que, calmamente, comece a sair das suas casas em direção ao centro da Praia de Mira", lê-se uma publicação intitulada "Aviso muito importante".

Este incêndio, que está a obrigar a estas intervenções, teve origem em Quiaios, na Figueira da Foz, e já atingiu Cantanhede e agora Mira.

  COMENTÁRIOS