Sociedade

Amieira vai ter uma Casa dos Provérbios

O projeto da Federação portuguesa das associações, centros e clubes UNESCO quer tornar a Amieira, no concelho de Portel, numa aldeia sustentável.

O projeto nasceu por acaso, quando a escola primária da Amieira encerrou, por falta de crianças. Hoje, a aldeia tem apenas seis crianças e jovens com menos de 14 anos, revela o presidente da Federação portuguesa das associações, centros e clubes UNESCO.

PUB

O plano inclui a criação de sete casas temáticas: da água, energia, provérbios, espécies, patrimónios, sentidos e solar, com um investimento de três milhões de euros em cinco anos. Além de fundos públicos, Aires Carvalho espera contar com acções de 'crowdfunding'.

A Casa dos Provérbios deverá estar concluída no terceiro trimestre de 2018, através do "reaproveitamento de contentores marítimos revestidos a cortiça", contando com uma exposição permanente, um mural com provérbios de todo o mundo e um jardim onde os provérbios se ligam à terra.

O presidente da Federação portuguesa das associações, centros e clubes da UNESCO desafia Tavira a construir também uma Casa semelhante, porque sendo a capital mundial dos provérbios, "todos os caminhos vão dar a Tavira".

A cidade algarvia reúne esta semana, especialistas de todo o mundo para o 11º Congresso internacional sobre provérbios.