Especulação

ASAE detém 24 pessoas por especulação na venda de bilhetes para os U2

Alguns dos bilhetes estavam a ser vendidos com percentagens de lucro acima de 900 por cento.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) deteve 24 pessoas em vários pontos do país por crime de especulação na venda de bilhetes para os concertos dos U2, que atuam este domingo e segunda-feira em Lisboa. Foram encontrados bilhetes a ser vendidos por mil euros, segundo um comunicado divulgado este domingo.

Segundo Pedro Portugal Gaspar, inspetor-geral da ASAE, alguns sites de venda de bilhetes estavam sob "vigilância" desde fevereiro. "Estava referenciado como um espetáculo em que iria ocorrer este tipo de situação", cenário que acabou por se verificar.

Nestas ações foram apreendidos 64 bilhetes com valores unitários que variam entre os 37 euros e os 338 euros e que eram transacionados por valores entre os 150 euros e os mil euros. Isto permitia aos vendedores obter percentagens de lucro acima dos 900 por cento. Foram detidas 24 pessoas em flagrante delito, em "mais de 30 localidades" do país.

"É uma nova realidade relativamente à clássica especulação de estar à porta do espetáculo duas ou três horas antes", reforça o inspetor-geral.

Os arguidos detidos foram presentes a tribunal, tendo sido aplicadas suspensões provisórias de processo, mediante entrega de valores a Instituições Particulares de Solidariedade Social ou prestação de trabalho comunitário.

A ASAE aproveita para alertar os consumidores para que evitem comprar bilhetes acima do seu valor oficial, sendo que essa venda é um crime de especulação, que pode ser punido com pena de prisão até três anos.

  COMENTÁRIOS