Especial Incêndios

Especial TSF Incêndios 2017
Reportagem TSF

"Ausência de vítimas é sinónimo de sucesso"

Numa fase em que o incêndio se dá como dominado mas não extinto, ainda são muitos os operacionais que se estendem pelas diversas frentes por onde o fogo andou. Entre realojamentos e medidas de prevenção às reativações, cabe aos responsáveis políticos a avaliação, que se impõe, dos danos e da forma como todos os acontecimentos foram sendo geridos.

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, visitou, ao fim de oito dias, as áreas afetadas pelo fogo. Recebido pelo comando operacional da Proteção Civil e por todos os representantes das diversas unidades no terreno, saiu do carro onde chegou diretamente para um dos camiões onde todas as operações são estudadas e por onde passam todas as decisões.

Ao fim de 10 minutos, e já com dados mais concretos, falou aos jornalistas e não hesitou na hora de dizer que toda a operação foi um sucesso. "Zero vítimas só pode ser sinónimo de boa organização e de brio por parte de todos os envolvidos neste incêndio".

Visitou, sempre em caravana e sem grande oportunidade para falar com os habitantes, as zonas afetadas que ligam o concelho de Silves ao concelho de Monchique. Acompanhado por ambos os presidentes das duas autarquias, o discurso teve sempre a tónica do sucesso e do regozijo.

Desde Alferce, onde o modelo de evacuação em torno do conceito de "aldeia segura pessoas seguras" foi posto à prova, tendo sido no conjunto de 26 focos de incêndio o que ganhou maiores proporções, até bem perto da Foz do Açor onde foram utilizadas as faixas de antecipação e, com sensações térmicas a rondar os 50 graus, foi possível dominar o fogo sem qualquer baixa nos operacionais que o combatiam, Eduardo Cabrita resumiu todos os momentos como um paradigma de sucesso.

Deixou uma palavra de apreço a todos os bombeiros classificando-os como a coluna vertebral da Proteção civil, às Forças Armadas, à GNR, Cruz Vermelha Portuguesa, ao INEM, à unidade oficial vinda de Espanha, aos Serviços Municipais e Segurança Social.

Terminou as suas declarações com a convicção de que a população agradece o facto de ter sido salva por todos, mas não lhe sobrou tempo para corroborar essa tese.

  COMENTÁRIOS