CGD: Regressam os protestos a Almeida

Os habitantes de Almeida voltaram a concentrar-se no interior e no exterior do balcão da Caixa Geral de Depósitos. É um protesto pacifico contra o eventual fecho daquela agência na sede do concelho.

A iniciativa desta terça-feira surge no dia em que o presidente da Câmara de Almeida é recebido em Lisboa pela administração do banco. O objetivo desse encontro é precisamente falar sobre o encerramento deste balcão.

O autarca, António Baptista Ribeiro, falou com a TSF numa altura em que ainda se encaminhava para a capital. O presidente da câmara afirmou que o protesto de hoje se trata de uma manifestação espontânea que demonstra a preocupação dos habitantes da terra.

Sobre a reunião com a administração da Caixa Geral de Depósitos, o autarca assume-se como um homem de dialogo e diz que está disposto a aceitar que o balcão encerre desde que sejam assegurados alguns serviços.

A reunião entre o autarca de Almeida e o presidente e vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos estava marcada para as 18h00.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de