Clássico mantém paradigma na capital do polvo

A curta distância de Tavira, Santa Luzia é conhecida como a capital do polvo. O octópode é rei da mesa da restauração local. Ali, um clássico continua fiel aos pergaminhos.

No cativante e mais tranquilo sotavento, de praias de areia fina a perder de vista, irmanadas com uma ria que se mantém formosa, a localidade algarvia de Santa Luzia é, no domínio gastronómico, a capital do polvo.

O cefalópode é um dos produtos marinhos mais apreciados na mesa portuguesa, um apreço que gera corrupio de comensais aos espaços de restauração da freguesia vizinha de Tavira, a sede do concelho.

A pesca é tradição ancestral desta região, em particular a captura do atum. Na praia do Barril, a curta distância de Santa Luzia, ainda é visível uma antiga armação, cuja referência histórica data de meados do século XIX.

Área protegida, com estatuto de parque natural, com duas centenas de aves referenciadas, a Ria Formosa faz parte integrante do cenário da capital do polvo.

Na avenida eng.º Duarte Pacheco, que margina um dos braços da ria, o restaurante "O Capelo" é um dos clássicos da região, apresentando ementa diversificada. Todavia, os produtos com sabor marinhos estão em maioria.

Um espaço interior, onde se destacam o aquário repleto de mariscos vivos e o expositor de peixe fresco, e a esplanada, particularmente agradável e com atraente vista para a ria formam conjunto harmonioso.

A sala, com arcos em alvenaria, é espaçosa. Ambiente descontraído, por vezes ruidoso. Decoração sóbria; amesendação normal.

A faceta marisqueira da casa apresenta leque muito variado de propostas; de camarão e gambas a lavagante, sapateira, ostras, santola.

Para começar, umas amêijoas à Bulhão Pato são boa opção: O molho com alho, coentros e limão não evita a tentação de nela molhar o saboroso pão algarvio.

A lista é igualmente vasta no capítulo referente aos pratos de maior resistência.

O bife de atum, uma posta apreciável, acolitada por farta cebolada, pimentos e batata às rodelas é uma boa escolha. Outra, o polvo à chefe, ou não fosse este restaurante um histórico da capital do octópode.

Mas, há mais sugestões e que podem, eventualmente, passar pelo bife de peixe-agulha ou pela caldeirada de atum, para além do peixe fresco na grelha, comandada por mãos experientes.

A lista não se limita a pratos confecionados com produtos do mar: o cabrito à Capelo tem fama, embora apenas com presença dominical.

Nas sobremesas, o pudim de mel e amêndoa é doce remate para agradável refeição neste restaurante clássico, com vasta garrafeira e serviço despachado.

"O Capelo", em Santa Luzia, Tavira.

Localização: Santa Luzia (Tavira)

Telef.: 281 381 670

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de