Sociedade

Dúvidas com lixo proveniente de Itália preocupam autarca de Setúbal

A Câmara de Setúbal vai pedir uma reunião de emergência ao Centro de Tratamento de Resíduos Industriais onde estão 2700 toneladas de lixo importado de Itália.

A Câmara de Setúbal vai pedir uma reunião de emergência ao Centro de Tratamento de Resíduos Industriais onde estão 2700 toneladas de lixo importado de Itália.

Esta quarta-feira, o ministro do ambiente anunciou que análises ao lixo importado por Portugal, proveniente de Itália, apresentam eventuais irregularidades e por isso decidiu que deposição no aterro de Mitrena, em Setúbal, fica suspensa até todas as dúvidas serem esclarecidas.

A autarca de Setúbal, Maria das Dores Meira diz que quer esclarecer tudo com o Ministério do Ambiente e com a empresa que importou o lixo. Em declarações à TSF, a presidente da Câmara diz ainda que a importação deste lixo vindo de Itália sempre causou preocupação à autarquia e está confiante de que o lixo perigoso não será depositado no aterro da Mitrena.

  COMENTÁRIOS