segurança social

"Não nos escondemos atrás do sector social"

Entrevistado na manhã TSF, o ministro Vieira da Silva explica que o reforço das verbas vai reforçar a capacidade de resposta das instituições sociais.

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social garante que o Governo não se demite das funções sociais.

PUB

Esta quarta-feira, o governo assina um acordo com as instituições particulares de solidariedade social, para dar mais dinheiro ao setor social este ano e em 2018. Para tal, foram destinados mais 90 milhões de euros para as despesas com as instituições, um aumento de 6,5% em relação ao ano passado. Trata-se de um aumento sem precedentes desde 2009, no pico da crise social.

Entrevistado na Manhã TSF, Vieira da Silva garante que o Governo não está a transferir responsabilidades nem a esconder-se atrás das instituições.

"Esta cooperação é uma cooperação estruturante do nosso modelo social porque através da ação destas instituições, e o Estado através do apoio que lhes concede, são atingidas muitas famílias em Portugal", explicou o ministro.