Sociedade

Governo espera ter três helicópteros Kamov para combater incêndios este ano

Neste momento, nenhum dos helicópteros pesados do Estado está pronto para participar no combate às chamas.

O Ministério da Administração Interna anunciou, esta quarta-feira, que espera ter três helicópteros Kamov operacionais a tempo de integrar o dispositivo de combate a incêndios deste ano.

Dos seis helicópteros pesados na posse do Estado, um está acidentado desde 2015 e outros dois estão, também desde esse ano, a ser reparados.

Sobram ainda três aeronaves que também não podem voar, por estarem em manutenção ou à espera de certificado.

Numa resposta enviada à agência Lusa, o ministério liderado por Eduardo Cabrita disse acreditar que estes três helicópteros Kamov deverão estar prontos para participar no combate a fogos florestais, durante o próximo verão.

  COMENTÁRIOS