Incêndios foram "uma oportunidade para crescer novamente" forçada por uma "experiência drástica"

"15 memórias do fogo" é o nome da websérie que conta, na primeira pessoa, as histórias de quem viveu os incêndios de 15 de outubro. A TSF transmite os quinze episódios nos próximos dias.

Lynn Mylou deixou a Holanda porque queria fazer as coisas de forma diferente. Viver de forma mais harmoniosa com a Natureza.

Portugal surgiu do nada, quando adotou um cachorro de um canil de Lisboa, o Fausto. Ao visitar o local de origem de Fausto, "tudo fez sentido".

Uma casa temporária, antes da renovação de casas de xisto, e terrenos com cerejeiras e carvalhos, faziam parte do projeto de criar uma floresta mista na localidade de Cerdeira, em Arganil.

"O fogo veio por Dreia e depois, muito rapidamente, veio para aqui e o primeiro edifício ali pegou fogo.
Estava muito calor, e muitas bolas de fogo a voar sobre nós, porque o 'tornado' estava a soprar na nossa direção, foi muito... coisas a arder, a voar por todo o lado e os pelos da tua pele a arder só por causa do ar.
Quando ficou muito calor e o fogo começou a aproximar-se da aldeia, eu e mais sete pessoas, e quatro cães, fomos para a cave. Mas não havia janelas e não conseguíamos ver o que se passava lá fora (...).
(...) Perdi um bocado de mim, perdi a casa, perdi a minhas ferramentas."

Para Lynn, os incêndios de outubro foram "uma oportunidade para crescer novamente" ainda que forçada por uma "experiência drástica".

Depois do fogo, os dias têm sido de "desequilíbrio", entre a motivação e a busca de oportunidades e o desanimo e a depressão com toda a "negritude à volta".

Lynn elogia a sociedade civil. São as "pessoas normais" que estão a fazer um trabalho extraordinário a ajudar as comunidades. Do governo, da comunidade internacional, nada.

Reflorestação e autossuficiência são elementos importantes do projeto de Lynn que, apesar da tragédia, não desiste de querer colaborar com toda a comunidade, em defesa de uma relação de benefício mútuo com a Natureza.

"Nós somos natureza e todos temos um papel igualitário desempenhar (...)."

Este é o quinto episódio das "15 memórias do fogo" , o projeto da autoria de Tiago Cerveira e de Rodrigo Oliveira, ambos beirões, que foi realizado sem qualquer apoio. O objetivo dos autores é não deixar que o país esqueça a tragédia e também dar voz aos afetados pelos incêndios de 15 de outubro 2017.

VEJA AQUI OS EPISÓDIOS ANTERIORES

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de