Sociedade

"Os inquilinos não são só os turistas de passagem", diz Costa aos proprietários

O primeiro Ministro foi ao Congresso do Arquitetos e deixou recados sobre políticas de habitação: para o Parlamento e para os proprietários.

Depois de Helena Roseta se ter demitido do grupo parlamentar de trabalho sobre habitação António Costa aproveitou o encerramento do Congresso dos Arquitectos para enviar recados à Assembleia da Republica( AR) e aos diferentes partidos.

Para que se entendam de vez no que diz respeito às politicas de arrendamento."É muito importante que a AR tenha em conta que é vital poder conceder os incentivos necessários para que os contratos sejam de longa duração e num valor abaixo do mercado". Uma afirmação que surge porque a proposta do governo é para que haja benefícios fiscais para os proprietários que arrendem com um preço mais baixo. Só desta forma , assegura o primeiro ministro, é possível contrariar a especulação imobiliária.

No seu discurso António Costa não esqueceu também as mensagens para os proprietários: é preciso pensar no arrendamento para a população residente e não utilizar as habitações apenas para alojamento local." Se não querem matar o mercado de arrendamento que está a emergir é essencial continuarem a ter inquilinos". E esses " são os que vivem e trabalham em Portugal" e não os turistas que estão de passagem.

O primeiro Ministro garante que as políticas para assegurar habitação acessível é um desafios do governo, que lança o repto aos proprietários para apostarem no mercado de arrendamento a longo prazo.

  COMENTÁRIOS