Ambiente

Renováveis: Portugal " nova entrada de energia na Europa"

O sucesso português no setor das energias renováveis está a ser estudado por uma delegação norte americana de políticos e empresários. O governo diz que a aposta é para reforçar.

Em cinco dias e mais de mil quilómetros, uma delegação de senadores e congressistas lusodescendentes, acompanhados de empresários, vão procurar, no terreno, aquilo a que já chamaram "o caso português": a aposta na área das energias renováveis que, na opinião do ministro Manuel Caldeira Cabral, pode tornar Portugal na "nova entrada de energia na Europa", numa altura em que a instabilidade nas relações com a Rússia já lançou incertezas sobre o fornecimento energético a países europeus.

Os Estados Unidos da América, hoje não apenas consumidores mas também fornecedores de energia, estão atentos aos progressos feitos em Portugal e esperam poder realizar parcerias e oportunidades de negócio.

A delegação norte americana integra congressistas e senadores dos estados de Massachusetts, Rhode Island, Connecticut e de Nova Iorque , onde a comunidade portuguesa tem uma forte implantação e também existem empresários ligados ao setor das energias renováveis.

Em Portugal, vão visitar empresas e laboratórios de norte a sul do país.

O Portugal Energy Tour decorre até ao fim da semana organizado pela FLAD - Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento.