Autarca de Pedrógão Grande constituído arguido no processo dos incêndios de 2017

Ainda não é certo que Valdemar Alves seja ouvido na próxima quinta-feira, em Leiria, juntamente com os restantes 12 arguidos do processo.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, foi constituído arguido no âmbito do processo sobre os incêndios de 2017. A notícia foi avançada pelo Expresso, que adianta que a decisão do Tribunal de Leiria se segue a um requerimento apresentado por Ricardo Sá Fernandes, advogado da família de duas vítimas mortais. A informação foi, entretanto, confirmada pelo advogado à TSF.

"Independentemente da repartição de tarefas entre o ora visado Valdemar Gomes Fernandes Alves e o arguido José Graça, a verdade é que o ora visado manteve responsabilidades na coordenação da gestão e manutenção dos espaços florestais do município, designadamente em matéria de gestão de combustível, pelo que não se pode eximir às suas responsabilidades no presente caso", lê-se no requerimento apresentado em novembro de 2018 pelo advogado.

O site do semanário Expresso explica que, apesar de ter sido notificado esta segunda-feira, ainda não é certo que Valdemar Alves seja ouvido na próxima quinta-feira, em Leiria, juntamente com os restantes 12 arguidos do processo.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de