Operação LEX

Conselho da Magistratura suspende Juíza Fátima Galante por 120 dias

Suspensão tem efeitos imediatos.

A juíza Fátima Galante, uma das visadas no processo-crime Operação Lex, foi suspensa preventivamente durante 120 dias por decisão do Conselho Superior da Magistratura (CSM) reunido esta terça-feira em plenário.

Segundo fonte do CSM, o prazo de suspensão da juíza desembargadora pode ser prorrogado ao abrigo do artigo 116.º do Estatuto dos Magistrados Judiciais.

A suspensão de Fátima Galante tem efeito a partir desta terça-feira.

A Operação Lex investiga suspeitas de corrupção/recebimento indevido de vantagem, branqueamento de capitais, tráfico de influências e fraude fiscal.

Desde 2014 esta é a quinta vez que o Conselho Superior da Magistratura suspende preventivamente um juiz.

  COMENTÁRIOS