Polícia deteve cinco taxistas por crime de especulação em Lisboa

Taxistas são suspeitos de enganar cidadãos estrangeiros no transporte do aeroporto para vários hotéis de Lisboa.

Cinco taxistas foram detidos em dois dias, em Lisboa, pela Polícia de Segurança Pública (PSP), pelo crime de especulação, e saíram em liberdade depois de notificados para comparecer em tribunal, anunciou este domingo aquela força de segurança.

De acordo com a mesma fonte, três das detenções foram efetuadas entre as 09h40 e as 14h20 deste domingo, na avenida Duque de Ávila, na avenida Almirante Reis e na rua Cecílio de Sousa, todas em Lisboa.

No sábado, as autoridades tinham detido mais dois taxistas pela prática de crimes idênticos, no transporte de cidadãos estrangeiros, desde a zona de chegadas do Aeroporto Humberto Delgado, para vários hotéis de Lisboa.

Todos os detidos foram notificados para comparecer em tribunal e saíram em liberdade, segundo a polícia.

O Comando Metropolitano de Lisboa "está a intensificar as operações de fiscalização rodoviária direcionadas para veículos de táxi, vocacionadas para a prevenção deste tipo de ilícito e, simultaneamente, para a redução da sinistralidade rodoviária", segundo um comunicado divulgado hoje pela PSP.

As detenções foram realizadas através de equipas de polícias da Esquadra de Trânsito da Divisão de Segurança Aeroportuária, no âmbito da sua atividade operacional.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de