Megaoperação da PJ para desmantelar Hells Angels. Há dezenas de detidos

Estarão em causa crimes de tentativa de homicídio, roubo e associação criminosa.

A Policia Judiciária realizou, esta manhã, uma operação de norte a sul do país contra o grupo internacional Hells Angels. A operação envolveu 80 mandados de busca e foram feitas dezenas de detenções, de acordo com um comunicado da Polícia Judiciária (PJ).

A PJ esclarece que em causa estão "atividades ilícitas desenvolvidas em território nacional pela organização Hells Angels Motorcycle Club" e que a operação desenvolvida visa "o completo desmantelamento" desta "violenta associação criminosa".

As detenções realizadas referem-se a "suspeitos de integrarem esta estrutura criminosa, constituída por indivíduos extremamente perigosos, com vastos antecedentes criminais e larga experiencia na área da criminalidade violenta e organizada", lê-se no comunicado da PJ.

Numa nota divulgada pela Procuradoria-Geral da República, o Ministério Público adianta que estiveram envolvidos nas operações "400 elementos da Polícia Judiciária", que atuaram através da Unidade Nacional Contra-Terrorismo, dirigida pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). O inquérito encontra-se em "segredo de justiça".

O Ministério Público informa ainda que os detidos vão ser presentes a interrogatório judicial, para a aplicação de medidas de coação, já a partir desta quinta-feira.

Recorde-se que, em março, uma rixa envolvendo elementos do Hells Angels num restaurante no Prior Velho, em Loures, fez seis feridos.

Ler mais:

Quem são os Hells Angels? Conheça o grupo criminoso que a PJ quer desmantelar

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de