Sócrates acusa Marcelo de parcialidade por ter visitado DCIAP

O principal arguido na Operação Marquês vê um sinal claro na ida do Presidente às instalações do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e não poupa críticas a Marcelo por isso.

Numa entrevista exclusiva à TSF, José Sócrates considera que Marcelo Rebelo de Sousa deveria ter tido outro cuidado, cuidado com o cidadão e não com as instituições.

"Fez um sinal político, que não me escapou. O sr Presidente da República decidiu, do ponto de vista simbólico, digamos assim, visitar o DCIAP para sinalizar que está do lado de uma instituição, contra o indivíduo."

No início deste mês, setembro, Marcelo Rebelo de Sousa esteve no DCIAP, onde quis "ouvir, ver as condições de trabalho" e dar apoio ao departamento que investiga o crime mais complexo e violento.

"O sr Presidente da Republica foi eleito pelos cidadãos, não pelas instituições", disse José Sócrates à TSF, reclamando outra sensibilidade da parte de Marcelo.

Entrevista exclusiva TSF para ouvir na íntegra depois das notícias das 10 da manhã.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de