Parque de dinossauros abre na Lourinhã para divertir e fazer ciência

O Dino Parque afirma-se como "o maior museu ao ar livre do país" e pretende captar o interesse de futuros cientistas pela paleontologia. Tem um museu, um laboratório e 120 dinossauros em tamanho real.

Vinte e um anos depois da ideia inicial, abre ao público esta sexta-feira, dia 9, o Parque de Dinossauros da Lourinhã (PDL), um espaço temático de lazer, implementado num pinhal a poucos quilómetros da Lourinhã.

O Dino Parque, como também é apelidado, ocupa uma área de 10 hectares ao longo dos quais foram desenhados quatro percursos pedestres correspondentes aos últimos 420 milhões de anos, "desde a época em que os dinossauros começaram a sair da água", explica o diretor científico do PDL, Simão Mateus.

Ao longo do percurso, o visitante vai encontrando vários tipos de dinossauros estáticos (incluindo as espécies descobertas na Lourinhã) com um "realismo impressionante", enfatiza o diretor-geral, Luís Rocha, explicando que a ideia "não foi apenas espalhar dinossauros pelo parque", mas sim criar encenações de como seria o quotidiano e o habitat natural dos animais naquele tempo.

Acreditando que "o nível de detalhe fará a diferença para o visitante", Luís Rocha pretende que as crianças possam aprender de uma forma divertida. "Quem sabe se não descobrimos uma nova geração de paleontólogos", questiona.

Além dos percursos pedestres, o Dino Parque tem um pavilhão com várias atividades para adultos e crianças, uma exposição permanente de fósseis e pegadas de dinossauros pertencente ao Museu da Lourinhã e um laboratório científico que "está aberto a estudantes e investigadores" de paleontologia.

O protocolo estabelecido entre a empresa de capitais alemães gestora do PDL, a Câmara Municipal da Lourinhã e o Grupo de Etnografia e Arqueologia da Lourinhã (GEAL) prevê que uma parte das receitas seja destinada a "continuar a investigação científica" sobre os dinossauros, para mostrar que "a história de Portugal não começou em D. Afonso Henriques".

O Dino Parque representa um investimento de 4 milhões de euros, demorou um ano a ser construído e vai empregar 30 pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de