Por um Portugal Sustentável

Lutar contra a pobreza, promover a saúde, educação, emprego e defender o ambiente são objetivos definidos pela ONU para garantir um Desenvolvimento Sustentável ao planeta. Uma agenda que inspira a edição do Prémio Manuel António da Mota.

A sustentabilidade da Terra a é a base da agenda 2030 definida em 2015 pelas Nações Unidas. Ao todo mais de uma centena de países subscreveu, nesse ano, o documento que visa deixar um planeta melhor para as gerações vindouras.

A Agenda 2030 fixa 17 objetivos que os Estados devem assumir como metas nas áreas económica, social e ambiental. Em conversa com Leonor Ferreira, o administrador da Fundação Manuel António da Mota, a entidade que promove o galardão, Rui Pedroto reconhece que atingir estes objetivos é uma missão ambiciosa que deve envolver toda a comunidade e por isso a Agenda 2030 é o tema da edição deste ano do Premio.

As candidaturas ao PMAM podem ser feitas no site da Fundação até 30 deste mês.

Portugal Sustentável é um galardão que vai consagrar associações, organizações não-governamentais, fundações e instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos que atuem no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em especial na luta contra a pobreza, promoção da saúde, educação e emprego, defesa do ambiente, gestão da água, saneamento e energia.

Consulte o site FMAM.pt.

Portugal Sustentável é uma iniciativa da Fundação Manuel António da Mota e Mota Engil em parceria com a TSF.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de