Os portugueses são pouco honestos. Pelo menos é o que diz um estudo

Uma universidade inglesa quis medir a desonestidade em 15 países de todas as regiões do mundo: só a Índia, a China e a Turquia estiveram piores do que nós.

Portugal é um dos 15 países incluídos no estudo da Universidade de East Anglia (Reino Unido) sobre o nível de honestidade das pessoas.

O ponto de partida dos investigadores era perceber se as pessoas desses 15 países (além de Portugal, Brasil, China, Grécia, Japão, Rússia, Suíça, Turquia, Estados Unidos, Argentina, Dinamarca, Reino Unido, Índia, África do Sul e Coreia do Sul) eram mais ou menos honestas e de que forma isso se relacionaria com o desenvolvimento económico do país.

Os 1500 participantes, online, tinham de responder sobre várias experiências que envolviam prémios e dinheiro.

Eis como ficou o ranking, do mais até ao menos honesto: Japão, Reino Unido, Estados Unidos, Dinamarca, Suíça, África do Sul, Coreia do Sul, Grécia, Argentina, Rússia, Brasil, Portugal, Índia, China e Turquia.

O principal autor do estudo, David Hugh-Jones, participantes de todos os países revelaram sinais de desonestidade, mas com grandes diferenças: num dos casos variou entre os 3,4% no Reino Unido e os 70% na China.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de