Qualquer um pode ser estivador, basta "estar certificado", diz ministra do Mar

Trabalhadores do porto de Setúbal estão parados há uma semana. Estivadores de Lisboa e Aveiro têm sido contactados para os substituir.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, garantiu na tarde desta quinta-feira que, para se ser estivador em qualquer porto de Portugal, basta ter certificação para tal.

Esta afirmação da ministra com a pasta dos assuntos do mar surge após uma acusação do Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL), de que Ana Paula Vitorino estaria a compactuar com a tentativa, considerada "ilegal", de substituir trabalhadores do porto de Setúbal por estivadores de Aveiro e Lisboa.

A ministra não respondeu diretamente à acusação, mas sublinhou o que está na legislação labora é que "a única coisa necessária para laborar é estarem certificados como estivadores. A partir daí, qualquer pessoa pode "trabalhar".

Nunca confirmando que há, ou não, indicações para efetuar contratações, Ana Paula Vitorino reforça: "O que estou a dizer é que a legislação garante que qualquer pessoa que esteja certificada tenha formação adequada e, depois de notificado o IMT, pode exercer a profissão" de estivador.

Os trabalhadores temporários do porto de Setúbal estão parados há uma semana e os estivadores de Lisboa têm sido contactados pela empresa para a qual trabalham para laboral em Setúbal, propostas essas que, segundo o SEAL, têm sido recusadas.

Além dos trabalhadores de Lisboa, também os de Aveiro têm sido contactados para trabalharem em Setúbal durante três dias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de