Falta de anestesistas encerra urgências da Maternidade Alfredo da Costa

Está fechada a urgência da maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, devido à falta de anestesistas. Hoje e amanhã as grávidas serão reencaminhadas para outros hospitais.

Só está a trabalhar um anestesista na Maternidade Alfredo da Costa (MAC).

Maria José Alves, a médica responsável pela medicina materno-fetal da MAC explica à TSF que a decisão de encerrar o Serviço de Urgências foi tomada para que seja mantida a segurança das grávidas que já estão internadas na maternidade.

É por falta de recursos humanos que a MAC encerra temporariamente o serviço de urgências. Maria José Alves diz que a situação é "inexplicavel" e considera que há falta de vontade para resolver o problema.

A médica garante que a administração da maternidade conhece bem o problema e espera que a situação fique resolvida o quanto antes, caso contrário, a urgência da maior maternidade do país vai continuar fechada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de