Bactéria multirresistente encerra cuidados intensivos do hospital de Évora

A unidade vai ser encerrada, na quarta-feira, durante 24 horas, para ser feita "a esterilização, de acordo com os protocolos".

Uma bactéria multirresistente foi detetada na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), obrigando ao seu encerramento temporário, revelaram esta terça-feira à agência Lusa fontes hospitalares.

"É uma bactéria transmissível" e, por esse motivo, será necessário encerrar a UCI de Évora "para limpeza e desinfeção", adiantou à Lusa o secretário regional do Alentejo do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Armindo Ribeiro.

Contactada pela Lusa, fonte do conselho de administração do HESE confirmou a existência da bactéria na UCI, adiantando que a unidade vai ser encerrada, na quarta-feira, durante 24 horas, para ser feita "a esterilização, de acordo com os protocolos".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de