Saúde

DGS confirma sete casos de sarampo no Porto

Graça Freitas admite que mais profissionais de saúde possam estar infetados.

A diretora-geral da Saúde confirmou a existência de um surto de sarampo no Porto, com sete casos confirmados.

Em declarações à TSF, Graça Freitas disse ainda que há profissionais de saúde a aguardar diagnóstico, pelo que admite que possa vir a "aumentar o número de casos".

Os cinco novos casos confirmados esta tarde no hospital de Santo António, somam-se aos dois avançados esta terça-feira. Todos os doentes estão em situação estável.

Esta quarta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, manifestou-se preocupado com o "pequeno surto de sarampo", apelando à população para que cumpra o Plano Nacional de Vacinação.

O sarampo é uma das doenças infecciosas mais contagiosas, podendo provocar doença grave, principalmente em indivíduos não vacinados.

No ano passado o sarampo provocou 35 mortes, incluindo uma em Portugal, em 50 países da região europeia, onde se registaram mais de 20 mil casos.

  COMENTÁRIOS